blank

Over 10 years we helping companies reach their financial and branding goals. Onum is a values-driven SEO agency dedicated.

CONTACTS

Como esterilizar materiais hospitalares?

Materiais de laboratório precisam ser esterilizados. Trata-se de um processo que permite eliminar as bactérias encontradas em todos os implementos utilizados, especialmente aqueles empregados em realizar culturas ou outras atividades similares. Tal esterilização precisa respeitar os procedimentos, equipamentos e temperaturas indicados.

Primeiramente, é importante determinar quais itens precisam ser somente desinfectados e quais exigem uma esterilização mais profunda.Vale lembrar que existe uma classificação para determinar que tipo de limpeza um implemento médico precisa. Quando falamos em itens que demandam esterilização, é importante saber que existem três métodos para realizá-la: por radiação, calor ou produtos químicos.

Qualquer um dos três é válido e seu uso dependerá do material a ser esterilizado e das instalações disponíveis para a realização do procedimento.  No caso de materiais plásticos, por exemplo, é necessário levar em consideração qual é a sua composição, a fim de evitar danos, deformação ou mesmo inutilização do instrumento. No entanto, no caso de objetos de vidro e aço inoxidável, é possível realizar o uso de qualquer um dos três métodos mencionados acima.

Para você entender melhor, explicamos abaixo, com mais detalhes, cada um desses procedimentos.

Tipos de Esterilização de materiais hospitalares

Esterilização de materiais hospitalares

Radiação

Para executar a esterilização de materiais hospitalares, utiliza-sea radiação ionizante. Isso se deve à sua alta capacidade de erradicar microorganismos que costumam se alojar. Sua alta energia e penetração sugere o emprego em todos os materiais que servem para embalar testes de preparação e culturas orgânicas.

Também é importante que você saiba que estamos falando de uma técnica que quase não produz calor, praticamente não gera resíduos e pode ser ajustada, no que diz respeito à sua dosagem, a cada material ou necessidade. Sua realização, entretanto requer uma instalação relativamente complexa, com blindagem biológica.

Calor

Quando se trata de aquecimento, existem dois métodos que podem ser utilizados: calor seco e autoclave. O primeiro pode até ser considerado uma variante da autoclave, mas que não utiliza vapor e é menos agressiva. Este método derrete lipídios de membranas, seca microorganismos e desnatura proteínas. Geralmente o processo é usado em materiais metálicos, vidro e alguns plásticos.

Já o autoclave é um mecanismo através do qual se utiliza o calor úmido. É geralmente aplicado em uma espécie de câmara de esterilização. Este método é considerado o mais eficaz de todos, uma vez que proteínas e microorganismos são eliminados. Além disso, representa geralmente o menos arriscado e o mais barato dos três métodos de esterilização existentes.

Produtos químicos

Há métodos que buscam desinfectar ou esterilização dos materiais hospitalares através do uso de vários produtos químicos. Estes podem ser encontrados na forma gasosa ou líquida, o que facilita a eliminação de microorganismos. Tal processo é realizado a baixa temperatura, mas deve seguir a todas as normas de segurança, já que se trata de uma técnica de alto risco.Os principais produtos utilizados são óxido de etileno no estado gasoso e aldeídos (como metanol ou formaldeído).

Antes de implementar sistemas de esterilização de materiais hospitalares, vale a pena conversar com profissionais especializados, que poderão orientá-lo quanto às melhores escolhas para atender às suas necessidades.

E você? Tem alguma dúvida ou comentário? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco a sua opinião.

Precisa de instalação de gases medicinais? Faça contato com a Engethink

Matérias Atualizadas Redigidas por Especialistas

Blog - Engethink

Compartilhar nas Redes Sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email